Sexta-feira, 10 de Fevereiro de 2012

AMORARTE

É pois o amor 
que tudo religa
que gera e redime
e ao todo dá sentido



e resta ao poeta
em se cumprir
nas palavras mais exactas
registar o seu fluir



e no tempo pleno dos seus versos
no ritmo alegre do seu canto
e nas asas livres da sua dança
reinventar seu mágico encanto


JOAKIM PAZ

publicado por joakimpaz às 03:56

link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 28 de Dezembro de 2011

LINHA GENERATIVA


Descontínua linha
perseguia o ritmo dos dias
no rasto dos astros
longínqua estrela e melodia

 

P'lo caminho um poema desenhava
Na areia da praia marcava
o passo a passo da vida

 

E quando a noite chegava
no luar trazia a saudade
ao meu peito a dançar
com passos leves de fada

 

Em seus braços me ancorava
meus lábios de novo beijava
com uma canção de encantar

 

Uma linha descontínua
ligava passado e futuro
unia a noite e o dia
cruzava os passos do amor

 

 

 

 

 

 


JOAKIM PAZ
28.12.2011

publicado por joakimpaz às 03:35

link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 16 de Junho de 2011

BREVE HISTORIA TRANSATLANTICA

 

 

Trazias o perfume da floresta
nos cabelos
e nos lábios o sabor
de morangos silvestres

 

Assim eu vi brilhar no teu olhar
uma centelha de infinito...
Assim no coração germinavam
as sementes do carinho...

 

Nos meus sonhos esvoaçavas,
borboleta colorida...
No meu sangue, embriagada,
a fantasia entoava um canção feliz

 

Assim te recebi de peito nu
de alma aberta
Assim o sol da tua voz
vinha viver em minha casa

 

Foi quando o vento da aventura
soprou de novo no destino,
em espiral de fogo te levou
no azul do céu
e, indefeso, aos meus versos solitários 
me voltou a entregar.

 

 

 

Texto e fotografia:
JOAKIM PAZ
15.6.2011

publicado por joakimpaz às 06:20

link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 3 de Maio de 2011

FRAGIL FILIGRANA

 

Assim quis eu do amor
cantar seu magico enleio
e nas ondas dos meus versos
registar seu rasto no meu seio

 

Pois tambem de sonhos mil
se vestiu o meu anseio
como em silencio e dor
se rasgou meu coração

 

Quando por praias desertas
se perderam meus passos
e no horizonte do poema
quis fintar a solidão

 

Ou na plena liberdade do azul
fiz ecoar o meu grito
e meus dentes vincar
na doce carne do desejo...

 

Enfim, sublime, em verso eterno,
pudesse eu mitigar na alma
toda a ansia e sede de infinito
para la da fragil filigrana das palavras

 

 

 

JOAKIM PAZ

publicado por joakimpaz às 03:06

link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 17 de Abril de 2011

UM SORRISO EM FLOR

 

Sou como brisa suave

que corre feliz nos bosques

rodopiando aventurosa entre a folhagem

 

ou como o cantico da chuva nos telhados

enquanto amantes celebram o amor

entre beijos e caricias

 

Sou como a espuma das ondas do mar

que na orla do poema

vem brincar com as palavras

 

e no meu coração reflectir

como crista de cristais brilhantes na montanha

sonhos mil a germinar no meu sorriso

 

 

 

 

 

JOAKIM PAZ

publicado por joakimpaz às 00:39

link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 5 de Março de 2011

.......

 

 

Dorme nas palavras

a luz que as ha-de despertar

como no meu sangue

o futuro vem amanhecer

como chama

eternamente ardente

apaixonada p'lo destino  

publicado por joakimpaz às 19:26

link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 7 de Outubro de 2010

CAUSA UNICA

 

A LUZ DA RAZAO

 

SUPREMA BELEZA

 

FAROL DO MEU CORACAO

 

PRIMEIRA E ULTIMA CERTEZA 

 

 

publicado por joakimpaz às 03:01

link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 19 de Julho de 2010

AR PURO

 

AR PURO

 

 

 

 

 

Apenas uma brisa suave

Percorria o silêncio do poema

Alegria em flor tornada

Seiva das palavras o perfume

 

 

  

Joakim Paz

publicado por joakimpaz às 01:49

link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 25 de Abril de 2010

Do fascinio da agua

 

O sol balouça leve

No espaço onde um beijo se escondia

E há mãos que afagam

O sedoso flanco dos cavalos

 

Brisa  aragens  follhas secas

 

Pássaros semeiam música nas nuvens

E a terra canta encharcada de prazer

 

Ecos húmidos do barro Gritos verdes

 

O sonho acende-se na profundeza das águas :

Ali onde as palavras nada dizem

Ateou-se o fogo renovado do mistério

E nele o poeta adormeceu

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por joakimpaz às 02:58

link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 9 de Abril de 2009

AGRICULTURA CELESTE

 

 

 

onde tudo renasce

7

rumo á luz altíssima

6

em que me fundo

5

melodia perfumada

4

floresce em roseiral de palavras

3

a vida germina no meu lastro de silencio

2

Como arado a esventrar a terra dos meus anseios

1

 

 

________________

 

Joakim Paz

 

publicado por joakimpaz às 06:10

link do post | comentar | favorito
|

.posts recentes

. AMORARTE

. LINHA GENERATIVA

. BREVE HISTORIA TRANSATLAN...

. FRAGIL FILIGRANA

. UM SORRISO EM FLOR

. .......

. CAUSA UNICA

. AR PURO

. Do fascinio da agua

. AGRICULTURA CELESTE

.arquivos

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Outubro 2010

. Julho 2010

. Abril 2010

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Novembro 2007

. Maio 2007

. Janeiro 2007

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Agosto 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.links

.Fevereiro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29

.tags

. todas as tags

.FLICKR photostream

www.flickr.com
This is a Flickr badge showing public photos from joakimpaz. Make your own badge here.

.ART PRINTS

.M~U~Z~I~K~A

.a.L.I.V.E. PLAYER

.MULTIm.e.d.i.a

.ART n.e.t.w.o.r.k

.PLAXO n.e.w.s

.* * * * * * *

Journeying Operational Android Keen on Infiltration, Masterful Peacekeeping and Accurate Zoology

.mais sobre mim

blogs SAPO

.subscrever feeds